sábado, 9 de agosto de 2008

Ping Pong


A vida é tão especial, você nem imagina.
Mas agente entende, não há grilo.
Fica tranqüilo que todo mundo
Dorme porque tem preguiça de pensar.

Quando a gente não tem mágoa
Fazer gentileza é muito fácil
É só um pedaço do que se pode fazer.

Fazer qualquer filtro de sonho
O café na mesa eu também ponho
Preza para amigo é um prazer.

É que tem alguns dias que a alegria
É maior que a agonia
Quando não há problema de se admirar.

Não é feio perguntar para o mendigo
Se ele tem algum amigo e fazer lembrar
De outro tempo melhor.

Não precisa achar estranho o ato súbito
Sem sentido, nunca feito, improvisado.
Que alguém lhe retorna seu instinto forte
Em forma de sorte, como tímido recado.

Fábio Campos Coelho (09.08.08)

2 comentários:

Lívia disse...

Nossa ..
Amei ..
Gostei memso .. muito muito!

Você tem talento viu garoto?
Só me orgulha!

Vamos nos formar na melhor universidade e vamso virar escritores famosíssimos!!!!
Modesta né? XDDD

Beijosss

Gabriela disse...

Achei seu blog quando eu procurava por "concessiva" no google. Aí aparece "Oração subordinada concessiva levemente alcoólica" e entro aqui.

"Fazer qualquer filtro de sonho
O café na mesa eu também ponho
Preza para amigo é um prazer."

Sério, esse verso, em especial, é genial.