quarta-feira, 12 de março de 2008

Loucura


O estranho conceito de loucura
Às vezes alvo da tentativa de cura
É diferente para cada figura.

Enquanto alguém não sabe onde pendura
Esse caráter sem nenhuma estrutura
Outros fazem dela arquitetura
Para eliminar essa procura
Que se pesquisa em literatura.

Mas o que chamamos de loucura
Pode pertencer a quem tem ternura
Ou que use na tristeza a doçura
De ver nesse mundo uma mistura
Do antagonismo que não se segura.

E não adianta inventar censura
Porque a decepção é sempre mais dura
Que qualquer desculpa não pura.

E a solução continua sendo a loucura
Com pouco sentido, muita espessura
Ou que seja baseada em alguma cultura
Mesmo que seja um tipo de armadura.

Com esse mecanismo ninguém mais se fura
E leva a maldade carregando-a na cintura.


Fábio Coelho (12.03.08)

Um comentário:

LunaJeannie disse...

binhooo, que showw! Definou muito bem a mente do poeta e o alívio que sente quando assume sua loucura, a loucura de simplesmente fugir da mediunidade!
Adorei as rimas, continua com um toque musical, uma canção. Eu já sei! vou ser a 'marisa monte' e você o compositor, você escreve as coisas bonitas e eu vou cantá-las nos barzinhos da cidade, até gravar meu cd e virar celebridade! KKK. Igual a marisa fez com as letras do paulinho da viola, carlinhos brow e etc.. eae, de acordo? hduehdue..

explicando esse meu verso aqui:

e hoje eu iludo a covardia
de quem acha que é a alegria

é o seguinte, foi um processo de desabafo estantâneo esse post. Foi um processo passado por esse começo de ano, eu percebi que certas coisas em mim não é errada, nem loucura nem idiotice, é porque eu gosto de pensar, da arte, de escrever e tudo mais, então assumi isso como uma qualidade, entende? Tanto que no final: 'aceitar a aceitar'. Eu já aceitei o meu Eu, agora fala alguns aceitarem (família que fica no pé hduehde)...
Enfimmmmmm, explicando o verso é que muitos acham que a COVARDIA é uma alegria, eu não, eu iludo a covardia, faço ela ser enganada por mim, porque eu sou corajosaa! remm! mulher muito macho! dehuhauidhsaa..
uma coisa assim.. deu pra entender aê?

beijoo, eu escrevo dmais, credoo! boa noitê!
eu matei aula do adriano nessa semana, fiquei tão triste! :(
mas tava passando mal! ah, foi uma facada pra mim, queria tanto assistir aula dele.. :(
heudhuehde