domingo, 21 de dezembro de 2008

Férias de Faculdade


Hoje foi um dia gostoso
Ouvindo Chico, Caetano Veloso
Acordando depois de meio-dia
Todo dia, todo dia, sem dó.
Lendo o que quer agora
Sem a regra da faculdade
Livros da Grécia, Antiguidade
Voltamos como antes
Lendo a divina comédia dos Mutantes.
Três meses de férias.

Eu não vou mais a Peru
Mamãe falou que era perigo
Meu pai disse: meu amigo
Eu trabalho demais, mas não vai dar.
Você vai levar tudo em dólar?
No bolso? Seu moço,
Quando eu era jovem não era
Tão louco quanto você.

Mas Pai, deixa eu ir
Deixa dessa, você fazia muito
Mais peripécia do que eu.
Mas Pai, deixa eu ir pra Machu Picchu
Sou cara sensacional
Nunca fiz nenhum mal
Passei em universidade federal
Pelo amor do vô toim.
Não bin, não bin!

Então tá bom, deixa de frescura.
Eu vou é pra Bahia, estado da loucura
Dormir em barraca junto com barata
Mosquito e formiga.
Vou para a praia de pratigi.
Vê se não vai me impedir
De sair do cerradão
Itacaré é diversão, só doido e artista.
Viva a velha amizade do Marista.

Fábio Campos Coelho (18.12.08)

5 comentários:

Juliana Walczuk disse...

Ah! Que coisa, mas divirta-se na Bahia :D

Lívia Araújo disse...

Feliz Ano novo =)

Polly disse...

aDOREIIIII
Deixa pai, o Bin sair do cerradao!!!

Lívia Araújo disse...

Saudade do meu Tigrão =)

gaioladoseus disse...

BOm d maaais Binho...sempre curti seus textos..passa la no meu..tem um novo!

abraço